LP 10 Polegadas Canção do Rouxinol – Cauby Peixoto (1956)

Cauby Peixoto

Resenha do LP 10 Polegadas Cauby Peixoto Canção do Rouxinol

É com muita satisfação que o Baú de Long Playing apresenta mais um título do agora imortal Cauby Peixoto (Niterói, RJ, 10/2/1931-São Paulo, 15/5/2016). Desta vez, trata-se de “Canção do rouxinol”, o segundo LP do chamado “professor da MPB”, editado pela Columbia (atual Sony Music) ainda no formato de dez polegadas, com oito faixas, quatro de cada lado, no ano da graça de 1956.

Nesta autêntica joia rara da fonografia nacional, poderemos apreciar o grande Cauby no auge de sua forma. Todas as faixas deste disco, parte delas com orquestração e regência de Renato de Oliveira, foram editadas anteriormente em discos de 78 rpm, e alcançaram extraordinário sucesso quando lançadas.

A faixa de abertura é justamente a que dá título a este raro vinil: “Ci-ciu-ci, canção do rouxinol”, uma tarantela italiana que recebeu letra brasileira de Nadir Perez, cujo 78 original saiu em agosto de 1955, sob número CB-10187-B, matriz CBO-573. . Recebeu outras gravações nessa mesma ocasião, mas o êxito foi mesmo de Cauby. Radialista e crítico musical, Henrique Lobo assina, em parceria com Ângelo Apolônio, o Poly, autêntico mestre do violão elétrico, a faixa seguinte, o expressivo bolero “Tarde fria”, que vem a ser o lado A da faixa anterior, matriz CBO-573. Paulo Menezes, Mílton Legey e Ayrton Amorim assinam o samba-canção “Esperei por você”, editada originalmente em agosto de 55 sob número CB-10152-A, matriz CBO-441. Em seguida, temos o verso do 78 original, matriz CBO-440, “Tu, só tu”, também samba-canção, desta vez assinado pela pianista Carolina Cardoso de Menezes, em parceria com Armando Fernandes. Mário Mascarenhas, acordeonista e professor de seu instrumento (ele chegou a ter mais de mil alunos em sua escola de acordeom!), assina o tango “Amor cigano”, que originalmente apareceu em disco na sua própria execução, em 1954. Um ano depois, em abril de 55, saiu o registro cantado de Cauby, reproduzido neste LP, sob número CB-10134-A, matriz CBO-415. “Só desejo você”, samba-canção de autoria do então polêmico empresário de Cauby, Di Veras, em parceria com Osmar Campos Filho, foi lançado originalmente em maio de 1954, sob número CB-10042-B, matriz CBO-214 (no lado A veio “Blue gardênia”, depois faixa-título do primeiro LP do cantor). O bolero “Superstição”, de autoria do maestro Antônio Porto Filho, o Portinho, surgiu inicialmente em registro do próprio autor, em solo de saxofone. Mais tarde, em agosto de 55, surgiu a primeira gravação cantada, a cargo do nosso Cauby, com letra de Wilson Falcão, sob número CB-10184-A, matriz CBO-558. Na mesma ocasião, foi também gravado na Mocambo por Orlando Dias. Por fim, temos o divertido “Mambo do galinho”, assinado por Alberto Borges de Barros, o Betinho (responsável por hits como “Neurastênico” e “Enrolando o rock”, e filho de Josué de Barros, o descobridor de Cármen Miranda), em parceria com Nazareno de Brito. É o lado B do 78 original de “Superstição”, matriz CBO-559. Enfim, este “Canção do rouxinol” é uma preciosa relíquia, apresentando o grande e inesquecível Cauby Peixoto no apogeu de sua longa carreira. Para baixar, ouvir e guardar com carinho…

Texto: SAMUEL MACHADO FILHO

Canção do Rouxinol – Cauby Peixoto

Álbum: Canção do Rouxinol
Ano/Gravadora: (1956) Columbia LPCB 35016
Artista(s): Cauby Peixoto
Acervo: Paulo Lucio
Formato: Vinil, 10 Polegadas – 320 kpbs

Fonogramas Lado A
A01. Ci-ciu-ci Cancão do Rouxinol (Ci-ciu-ci Cantava Un Usignol) – (Saverio Seracini / E. Minoretti / Vrs. Nadir Peres) – Tarantela
A02. Tarde Fria – (Ângelo Apolônio ”Poly” / Henrique Lobo) – Bolero
A03. Esperei Por Você – (Paulo Menezes / Milton Legey / Airton Amorim) – Samba-canção
A04. Tu Só Tu – (Carolina Cardoso de Menezes / Armando O. Fernandes) – Samba-canção

Fonogramas Lado B
B01. Amor Cigano – (Mário Mascarenhas) – Tango
B02. Só Desejo Você – (Di Veras / Osmar Campos Filho) – Samba-canção
B03. Superstição – (Portinho / Wilson Falcão) – Bolero
B04. Mambo do Galinho – (Betinho / Nazareno de Brito) – Mambo

Canção do Rouxinol: Mega ….. ou ….. Zip ….. ou ….. File

Deixe uma resposta