Chantecler – Matogrosso e Mathias Vol. 12 (1988)

Chantecler

Resenha do Long Playing Matogrosso e Mathias Vol. 12, lançado pela Gravadora Chantecler

Hoje, o Baú de Long Playing traz mais um álbum da extensa discografia da dupla Matogrosso e Mathias, o décimo segundo LP, lançado pela Chantecler/ Continental em 1988.
Claro que quem gostou do disco anterior da dupla aqui postado, “Magia”, pediu mais. E, como a voz do povo é a voz de Deus… eles estão de volta. O álbum compõe-se de doze faixas, gravado com o apuro técnico e artístico que as gravações de música sertaneja passaram a receber justamente a partir dos anos 80.
“Foi pensando em você”, da festejada parceria Chico Roque-Carlos Colla, constituiu-se no maior sucesso desse disco. Havia sido lançada um ano antes por um certo Leonardo (que não é aquele que tinha dupla com o falecido irmão Leandro e hoje é solista), mas o êxito de vendagem e execução em rádio e TV foi mesmo de Matogrosso e Mathias. O lado compositor de Matogrosso manifesta-se em “Foi lindo”, parceria com Clemente e Adílson Campos, e “Memória”, que ele fez com Cida Morais e Fátima Leão, esta última outra conceituada intérprete e compositora sertaneja. “Estranho delírio”, de Fátima Romero, Horácio Russel e Marcix, conta com a respeitável participação do Grupo Tarancón, um dos bambambãs na pesquisa e divulgação de ritmos e canções latino-americanas. A mesma trinca de autores ainda comparece com a faixa “Cantar pra quê?”. “Marcas de amor” e “Só depende de nós” têm a parceria de Mário Maranhão (Mário Lúcio Rodrigues dos Santos, São Luiz, MA, 1950-São Paulo, 1996), que também fez músicas de sucesso para o cantor Jessé (por ironia do destino, Mário também morreu de acidente automobilístico, assim como Jessé). Antônio Mojica, também conceituado empresário artístico, é o co-autor de “Quarto minguante”, e tem como parceiro Arthur Moreira, o mesmo que fez para Sérgio Reis o clássico “Filho adotivo”. Assim como Matogrosso, o parceiro Mathias também tem duas oportunidades como compositor, assinando as faixas “Nossa história” (com o misterioso Sócrates) e “Aparência” (sozinho). Carreirito, outro festejado compositor sertanejo, comparece com “Festival de cores”, parceria com Zé Venâncio (pseudônimo de Vicente Venâncio, mineiro de Tiros, porém criado em Goiás). Por fim, outro grande destaque do disco: a regravação da música “Sábado”, de Paulo Sérgio Valle e José Augusto, sucesso na interpretação deste último, e que continuou em evidência com Matogrosso e Mathias. Pouco antes, José Augusto havia regravado “De igual pra igual”, megahit de Matogrosso e Mathias, e a dupla, por certo em uma demonstração de agradecimento, retribuiu com seu registro de ‘Sábado”. É mais um trabalho impecável da dupla, para os amigos do Baú de Long Playing apreciarem com bastante proveito.

Texto: SAMUEL MACHADO FILHO

Chantecler – Mato Grosso e Mathias Vol.12

Álbum: Matogrosso e Mathias – Vol. 12
Ano/Gravadora: (1988) Chantecler 2.71.405.652
Artista(s): Matogrosso e Mathias
Acervo: Paulo Lucio
Formato: Vinil – 320 kbps

Fonogramas Lado A
A01. Foi Lindo – (Clemente Manoel / Adilson Campos / Matogrosso)
A02. Foi Pensando Em Você – (Chico Roque / Carlos Colla)
A03. Estranho Delírio – (Fátima Romero / Horácio Russel / Marcix) – Intérprete(s): Mato Grosso, Mathias e Tarancón
A04. Marcas de Amor – (Mário Maranhão / Tivas / Danilo)
A05. Festival de Cores – (Carrerito / Zé Venâncio)
A06. Só Depende de Nós – (Mário Maranhão / Tivas)

Fonogramas Lado B
B01. Memória – (Fátima Leão / Matogrosso / Cida Morais)
B02. Nossa História – (Mathias / Sócrates)
B03. Sábado – (José Augusto / Paulo Sérgio Valle)
B04. Cantar Pra Que – (Fátima Romero / Horácio Russel / Marcix)
B05. Aparência – (Mathias)
B06. Quarto Minguante – (Arthur Moreira / Antônio Mojica)

ChanteclerZip

ChanteclerMega

Chantecler File

Deixe uma resposta