Lp Musidisc – Perdonar – Orquestra Românticos de Cuba

Musidisc

Resenha do LP

   Em 2013, a gravadora Musidisc, uma das pioneiras do LP de vinil em território brasileiro, encerrou definitivamente suas atividades. A empresa, fundada em 1952 pelo músico Nilo Sérgio, funcionou efetivamente até 1971, ano de sua morte, passando então a operar apenas como estúdio de gravação e mixagem para terceiros. Nesses onze anos, a Musidisc lançou títulos de gêneros diversos, como o sambalanço (Sílvio César, Ed Lincoln, o próprio Nilo Sérgio), a pré-bossa nova (Trio Surdina), o rock (“F-15 Espacial”, de Célia Vilela, editado em 1964, foi o primeiro álbum brasileiro do gênero gravado em estéreo), samba de raiz (como a trilogia “Roda de samba”, do grupo A Voz do Morro, na qual se iniciaram talentos como Elton Medeiros e Paulinho da Viola) e a música orquestrada. Nesse setor, o carro-chefe da Musidisc era a orquestra Românticos de Cuba. Só que de cubanos eles não tinham absolutamente nada, eram brasileiríssimos! O nome foi uma criação do “big boss” da empresa, Nilo Sérgio. Os músicos dessa orquestra “cubana” eram bastante experientes, executando vários naipes de instrumentos, supervisionados por maestros também de quilate: Severino Araújo, Radamés Gnattali, Léo Peracchi, Waltel Blanco, Ivan Paulo, Karl Faust, Henrique Nuremberg… Os arranjos eram geralmente na base dos ritmos caribenhos, em especial o bolero, que sempre teve bastante cartaz entre nós, com sucessos passados e de sua própria época. Os Românticos de Cuba iniciaram sua trajetória fonográfica em 1959, e o artifício do nome internacionalizado deu certo. A orquestra lançou cerca de trinta (!) álbuns, com sucesso de vendagem garantido. E todos tecnicamente impecáveis, embora gravados em estúdios simples. Dizem que os Românticos de Cuba encerraram suas atividades por perseguição dos militares, então no poder (afinal a orquestra tinha Cuba no nome). Mas certamente isso não corresponde à verdade, pois o último álbum deles saiu em 1979, já no ocaso do regime militar, apresentando músicas de Roberto Carlos. Quer dizer, foi desgaste mesmo… Em 2013, inclusive, uma coletânea tripla em CD dos Românticos de Cuba, lançada pela Som Livre e comercializada apenas por mala direta, logo se tornou um dos títulos mais vendidos da gravadora do Grupo Globo.
Da extensa bagagem fonográfica dos Românticos de Cuba, o Baú de Long Playing foi buscar um título de 1962, portanto do auge de sua trajetória fonográfica. Trata-se de “Perdonar”. É um disco naquela linha que tanto agradava aos fãs da orquestra, com hits internacionais em ritmo principalmente de bolero, para dançar coladinho. Aqui encontramos páginas como “Poinciana”, “L’arlequin de Tolede”, “La vie em rose”, “Only you”, “Dime que si”, “Canción del alma”, “Tudo isto é fado”, e a faixa-título “Perdonar”. Tudo com o invejável padrão técnico que caracterizava os trabalhos dos Românticos de Cuba e, por tabela, da própria Musidisc. Não é à toa que essa competentíssima orquestra brasileira (que, de Cuba, só tinha o nome) é tão lembrada até hoje, Ouça, dance e confirme!

Texto: SAMUEL MACHADO FILHO

Lp Musidisc – Perdonar – Orquestra Românticos de Cuba (1962)

Álbum: Perdonar
Ano/Gravadora: (1962) Musidisc Hi-Fi 2068
Artista(s): Orquestra Românticos de Cuba
Acervo: Jaborandio
Formato: Vinil – 320 kbps

Fonogramas Lado A
A01. Poinciana – Como Fué – (N. Simon / B. Bernier) (Ernesto Duarte)
A02. L’arlequin de Toléde – Perdonar – (H. Giraud) (V. Catton / D. Rudy)
A03. La Vie En Rose – Te Quiero Dijiste – (Pierre Louiguy / Edith Piaf) (Maria Grever)
A04. Soy Un Estraño – Midnight On The Cliffs – (Gonzalo Curiel) (L. Pennario)
A05. Together – Only You – (De Sylva / L. Brown / R. Henderson) (Buck Ram / Ande Rand)

Fonogramas Lado B
B01. Adios – Vanidad – (Enric Madriguera) (Armando Gonzalez Malbran)
B02. Eclipse – Dime Que Si – (Margarita Lecuona) (Alfonso Esparza Oteo / Alfonso Espriú)
B03. Sans Toi – Pálida Canción – (M. Teze / Magenta) (Don Fabian)
B04. Canción Del Alma – Diez Minutos Mas – (Rafael Hernandez) (Gabriel Ruiz)
B05. Tudo Isto É Fado – Coimbra – (Fernando de Carvalho / Aníbal Nazareth) (Raul Ferrão / José Galhardo)

Orquestra Românticos de Cuba – Perdonar : Zip

Orquestra Românticos de Cuba – Perdonar: Mega

Orquestra Românticos de Cuba – Perdonar : File

Deixe uma resposta