Reader’s Digest – Favoritas Agora, Imortais Amanhã

Reader's Digest

Coletânea em Caixa com 3 LP’s Reader’s Digest – Favoritas Agora, Imortais Amanhã, vendida exclusivamente pelo serviço de reembolso postal.

Resenha do CD’s

Não há quem nunca tenha lido na vida pelo menos um número da revista “Seleções”, versão brasileira da “Reader’s Digest” norte-americana. Fundada em Pleasantville, estado de Nova York, em 1922, por DeWitt e Lila Acheson Wallace, a revista chegou ao Brasil vinte anos mais tarde (fevereiro de 1942), sempre apresentando textos de alta qualidade, linguagem condensada, informações apuradas com rigor e personagens inesquecíveis. “Reader’s Digest” é editada em 21 idiomas, e está presente em mais de 50 países do mundo.

Tempos mais tarde, a Reader’s Digest passou a ser também um selo fonográfico, lançando coleções de LPs em boxes. Os primeiros títulos, lançados em parceria com a RCA, foram de música erudita, e depois o selo passou também a lançar coleções de música popular, sempre na execução de grandes orquestras. Durante o período em que “Seleções” foi editada em Portugal, os produtos da empresa, incluindo discos, eram vendidos no Brasil pela empresa Borges & Damasceno, sediada no Rio de Janeiro. Em 1995, “Seleções do Reader’s Digest” voltou a ser publicada entre nós, e continuou a lançar produtos exclusivos (livros, CDs e DVDs), que podem ser adquiridos por mala direta (reembolso postal).

O boxe triplo de CDs que o Baú de Long Playing, com grata satisfação, nos oferece agora, foi lançado justamente sob a égide da Reader’s Digest. Possui o título geral de “Favoritas agora, imortais amanhã”, e apresenta hits internacionais bastante conhecidos, em versões cuidadosamente orquestradas. Billy Vaughn, Henry Mancini (estes dois, os mais conhecidos no Brasil), Ian Hughes, Al Capps e Francis Moore estão entre os regentes das orquestras que executam estas versões.

O primeiro volume é dedicado aos hits da década de 1970. No programa, páginas do quilate de “Close to you”, “Raindrops keep falling of my head” (ambas dos “hitmakers” Burt Bacharach-Hal David), “You’ve got a friend” (obra-prima de Carole King), “Bridge over trouble water” (verdadeiro clássico da dupla Paul Simon-Art Garfunkel), “Rose garden”, “Tie a yellow ribbon”, “Hotel California”, “Sailing”, “You are the Sunshine of my life” (esta, de Stevie Wonder) e “Lady Marmalade”. Até um hit do grupo sueco Abba ganhou versão orquestrada por Billy Vaughn, “Knowing me, knowing you”.

No segundo volume, uma seleção de sucessos da década seguinte, a de 1980. As orquestras escaladas para este álbum aqui recordam músicas que tiveram muita repercussão entre os jovens dessa época, como “Say you, say me” (de Lionel Ritchie, que todo mundo cantava no curso de inglês), “La isla bonita” (de Madonna), ambas aqui com a orquestra de Billy Vaughn, “Careless whisper” (de George Michael), “Eternal flame” (originalmente um sucesso do grupo feminino Bangles), “For your eyes only” (tema-título do filme “007 Somente para seus olhos”), “Nothing ‘s gonna chance my love for you” e um outro clássico do Abba, “The winner takes it all”. E como esquecer ”I just called to say I love you”, feita por Stevie Wonder para o filme “A dama de vermelho” e vencedora do Oscar de canção original?

O terceiro e último volume da coleção tem o título de “Melodias que viverão para sempre”. A surpresa fica por conta de “The power of love”, com a orquestra de Paul Bateman. Se lhe parecer familiar, é mesmo: trata-se da mesma música que ficou famosa na versão de Cláudio Rabello, com o título de “O amor e o poder”, gravada pela cantora Rosana (“Como uma deusa, você me mantém”…), até hoje carro-chefe dessa intérprete. E outros grandes hits ditos “contemporâneos” batem ponto, como “Let it be”, dos Beatles, “The lady in red”, de Chris de Burgh, “Three times a lady”, outra música de Lionel Ritchie, “Tears in heaven”, de Eric Clapton, “Always on my mind” (standard gravado por vários intérpretes, entre eles Elvis Presley e os Pet Shop Boys), “All by myself”, de Eric Carmen, “Evrything I do”, de Bryan Adams (do filme “Robin Hood, o príncipe dos ladrões”), “Only time”, de Enya… Com direito até mesmo a “Livin’ la vida loca”, hit do ex-menudo Ricky Martin em 1999, aqui com a orquestra de Luiz Rodriguez. Enfim, o boxe traz uma seleção musical bastante variada, na execução de orquestras e músicos competentes, despertando, por certo, boas recordações de momentos inesquecíveis. É ouvir e sonhar…

Texto:SAMUEL MACHADO FILHO.

Reader’s Digest – Favoritas Agora, Imortais Amanhã

Álbum: Grandes Sucessos Dos Anos 70 – CD 01 de 03
Álbum: Favoritas Dos Anos 80 – CD 02 de 03
Álbum: Melodias Que Viverão Para Sempre CD 03 de 03
Coletânea em Caixa com 3 LP’s Reader’s Digest – Favoritas Agora, Imortais Amanhã ,vendida exclusivamente pelo serviço de reembolso postal.
Intérprete(s): Vários
Acervo: Rota 80
Compact Disc – 320 kbps – Relação de fonogramas dentro das pastas

Reader’s DigestCD 01 de 03 – Grandes Sucessos Dos Anos 70

Reader’s DigestCD 02 de 03 – Favoritas Dos Anos 80

Reader’s DigestCD 03 de 03 – Melodias Que Viverão Para Sempre

9 Comentários

  • Antonio Carlos Christophalo disse:

    Muito obrigado por postar essa bela coletânea que para mim será de grande utilidade, já que faço um trabalho voluntário na emissora comunitária de missa cidade – Itatinga, estado de São Paulo, cujo programa é mesclado com músicas do passado e o som das grandes orquestras, e que vai ao ar aos domingos das 12:00 as 18:00hs.
    As postagens realizadas aqui são ótimas, inclusive as sertanejas que passo para um dos amigos que faz a programação sertaneja aos sábados e domingos, na mesma rádio.

    Muito obrigado e que deus o abençoe muito!!!

  • Cleiton Lauren disse:

    Olá. Gostaria de saber se tem como postar a Coletânea da Seleções Reader’s Digest: As favoritas dos anos 70 e 80.

    É uma das mais completas que já ouvi!

  • Augusto Flávio (Petrolina-Pe/Juazeiro-Ba) disse:

    Amigo tem como postar esse disco de Gilberto Gil Em Concerto 1987 faixa por faixa, pois ele está direto. Se tiver agradeço imensamente.

Deixe uma resposta